sobre a SOS Animais
formas de ajudar
adote um animal
apadrinhamento
achados e perdidos
mutirões
posse responsável
maus tratos
finais felizes
documentos e legislação
links
lojinha

início
Esse espaço reúne alguns finais felizes intermediados por nós.


Oito!



Toda essa ninhada conseguiu um lar! No destaque, as três cadelinhas que foram adotadas pelo anúncio em nosso site e em nossa comunidade no orkut: Nina, Hannah e Emilia com seus presentes.



Amor e cuidado fazem muito bem aos bichinhos! Emilia, a 4a da ninhada na foto, é a alegria de sua dona Thaís desde abril de 2009.


Adotada!



História dessa cadelinha contada pelas suas salvadoras: Era sábado de manhã, dia 26/01/08, e vimos ela atravessando a rua. A coitada não tinha nem força pra caminhar. Seguimos nosso caminho, mas ficamos com remorso, voltamos e levamos ela pra casa. Ela era pura pulga, barriga e feridas pelo corpo inteiro. Demos comida, ela comeu tanto que não conseguia levantar. Demos vitamina, cálcio, e ela foi melhorando rapidamente, aí ela ficou conosco mais de um mês, até que conseguimos uma dona, que mora sozinha e dá de tudo pra ela!


Sapeca



A Sapeca era bem filhote quando foi recolhida, sozinha e toda enroscadinha, na porta do Fórum. Ficou hospedada dois meses em uma clínica, esperando adoção. Hoje ela mora em uma casa e tem como companhia uma labrador da mesma idade.


Sasha e Shenzy



A Sasha e a Shenzy, irmãzinhas, foram recolhidas em um terreno baldio. Hoje moram em uma casa em Pedras Altas.


Oligoplix



O Oligoplix foi recolhido do telhado de uma casa quando tinha cerca de um mês. Foi levado para uma clínica, onde foi tratado e ficou hospedado até conseguir adoção. Quem o adotou foi uma universitária de Rio Grande, que escreveu perguntando se não tínhamos gatos para adoção. Ela foi na clínica vê-lo e se apaixonou!


Mel



A Mel foi recolhida após ser atropelada na avenida Dom Joaquim. O carro passou com as duas rodas por cima dela e seguiu em frente, como se tivesse passado por cima de um saco de lixo. Foi levada a uma veterinária que a examinou e constatou que, apesar do atropelamento, nada havia de errado. Ela ficou hospedada um tempo em uma clínica e foi adotada. Poucos dias depois de chegar na casa, deu à luz a três cachorrinhos lindos. Já estava prenhe quando foi atropelada. Os cachorrinhos foram doados. Ela ganhou um lar, amigos e muito carinho.


Tigre



O Tigre, um akita adulto manco de uma patinha, foi adotado por um cidadão que alegava que ele era maltratado na casa em que vivia. Só que esse que o levou, depois de tirar uma cria do Tigre com a cadela dele, passou a maltratá-lo também! Ele não dava comida ao Tigre e batia nele se tentasse comer a comida da cachorra. Disse que ia abandoná-lo em um "trevo" pois não queria mais ele. Conseguiu-se um novo lar pra ele, mas quando foi recolhido mal conseguia manter-se em pé! Uma veterinária constatou que ele não estava doente, apenas sem água e comida, o que causou uma série de outros problemas. Ficou hospedado até se fortalecer e foi para o novo lar, onde é muito bem tratado e querido. Hoje ele até corre, sem nenhum problema por causa da patinha manca.


Pequeninha e Pulguinha



A Pequeninha e a Pulguinha viviam no abrigo da SOS Animais, foram adotadas e hoje moram numa fazenda. No início, roubavam os ovos do galinheiro para brincar. Foram ensinadas a buscar os ovos e entregá-los em troca de petiscos.


Colabore. Contate-nos via e-mail ou orkut:

sos@sosanimaispelotas.org.br
SOS Animais Pelotas