Modalidades de sócios
SOS Animais Pelotas

Sócio contribuinte
Deveres: pagamento de mensalidade mínima de R$10,00, seja por transferência/depósito na conta corrente da SOS Animais (Banco do Brasil, Agência 2943-2, conta nº 14845-8), diretamente para um sócio efetivo, com fornecimento de recibo, ou nas reuniões, também com fornecimento de recibo.
Direitos: Havendo disponibilidade financeira da associação e sobra de vagas, é possível encaminhar animais "comunitários" (que vivam na rua, mas tenham quem se responsabilize pelo transporte e cuidados pré e pós operatórios) para castração pela campanha "Mais Castração = Menos Abandono".

Sócio efetivo
Poderá requerer a condição e a respectiva carteirinha de sócio efetivo aquele que for contribuinte da associação há pelo menos 6 meses consecutivos e tiver interesse em se comprometer ativamente com os objetivos da associação.
Deveres: pagamento de mensalidade mínima de R$10,00, seja por transferência/depósito na conta corrente da SOS Animais (Banco do Brasil, Agência 2943-2, conta nº 14845-8), diretamente para um sócio efetivo, com fornecimento de recibo, ou nas reuniões, também com fornecimento de recibo; assiduidade às assembléias ordinárias (não faltar a mais de 3 reuniões consecutivas); colaborar pessoalmente ou na forma de prestação de serviços voluntários (elaboração de material de divulgação, contato com órgãos públicos ou imprensa, visitas a escolas, entre outros) nas atividades e eventos promovidos pela associação.
Direitos: conforme disponibilidade financeira da associação, agendar até três castrações mensais sem ônus para animais "comunitários" (que vivam na rua, mas tenham quem se responsabilize pelo transporte e cuidados pré e pós operatórios) para castração pela campanha "Mais Castração = Menos Abandono" ; concorrer aos cargos eletivos de diretoria e conselho fiscal.

IMPORTANTE
Nada impede que os sócios contribuintes participem voluntariamente das atividades promovidas pela associação (eventos, mutirões, etc.) ou frequentem as assembléias, apenas esclarecemos que isso não basta para que tenham os mesmos direitos dos sócios efetivos, uma vez que não precisam se comprometer com tal participação.